15.12.15

Quando as coisas do coração ficam nesse chove-não-molha, eu abandono o guarda-chuva.

DAS DEFESAS

- papai, no natal eu quero uma arma do samurai.
- não, nada de arma.
- então, me dá um escudo?