19.8.14

Estava impecável: salto agulha, bem maquiada, nenhuma roupa. Na janela do vigésimo andar, de costas para a rua, olhando-se no espelho da sala. Os mamilos entumecidos, o trem azul de Elis no último volume. O sol na cabeça, ele na cabeça. O telefone, nada de tocar.

(c.c)

Nenhum comentário: