21.1.13

Sobre asas

As paredes cheias de fotografias

pescoços
braços
peitos
costas
virilhas
pernas
tatuadas.

- Oi, boa tarde.
- Boa tarde, tudo bom?
- Tudo, tô a fim de me riscar e aí vim dar uma sacada.
- Ah, bacana, já tem ideia do desenho?
- Então, pensei num par de asas.
- Tenho vários estilos. Saca essas.
- Hummm. Essas são legais.
- Se arrisca? Você vai voar hein, menina!

Ela riu e fez duas barroquinhas onde termina o sorriso.

- Deite-se aqui, por favor.
- Você tem esse estúdio há quanto tempo?
- Sete anos.
- Bacana, gostei do teu traço. Vi umas fotos no face.
- Hummm. Você já tem algum desenho no corpo?
- Tenho essa frase circulando o braço.
- "Para caber no teu sorriso." Que massa.

 Ele riu mostrando o piercing na língua.

- Tá confortável pra você? Pode encostar a cabeça. Quer ouvir algo especial?
- Tens Kings Of Leon?
- O que não tem no Youtube? 

Riram enquanto ele separava o material. Tinta. Agulhas. Guardanapos.

"Slow night, so long, she's frenching out the flavour She's 17 but i done went and plum forgot it..."