18.10.11

Romance

Eu viajo no cheiro do café. Quando eu trabalhava numa fábrica em São Paulo, subia aquele cheiro, disse fazendo movimentos circulares com o copo no ar. Depois do primeiro gole ficamos mudos por alguns segundos. Parecia ser quente. As pessoas acordam frias ou quentes? Umas olham para o espelho, lavam o rosto, escovam os dentes, comem algo. Outras tomam uma ducha fria e só escovam os dentes depois do café-com-pão. Mas todas (todas) têm cara de trinta anos, incrível. Qual a sua idade? Trinta e cinco. Respondeu com cara de trinta. Sabia, sabia que você era um trintão. Sorveu o último gole de café e saíram da rodoviária à procura do motel mais próximo. Ela fez questão de pagar o café depois.

6 comentários:

Lai Paiva disse...

Ah, o café... Delícia. Amei!!!

Adriana Karnal disse...

todo mundo tem cara de 30???hahahah

Danilo Moreira disse...

Nossa, esse post me fex lembrar uma chacara de um amigo meu, onde fizemos todo o processo do café, desde a colheita até o café pronto. O que eu senti nao era só um cheiro, era um perfume... me deu vontade agorad e tomar esse café de novo...rsrs

Otimo post!

Abçs!!!

Danilo Moreira
http://blogpontotres.blogspot.com/
Miniconto: Educação Física

Eduardo Araújo disse...

Extraordinário! Um dos mais bonitos, dos mais intensos, mas merecendo continuação.

Gerusa Leal disse...

Amei.

Híndira disse...

Cleyton, tirei a manhã pra ler você. =]