12.1.10

Vitrine

Pus meus olhos na vitrine
para você me olhar.
Quando você passar em frente à loja,
não escolhe o trenzinho de pilha não.
Chora,
pede,
esperneia
pelas bolas dos meus olhos que descarrila no teu olhar.

Geni

ficou imóvel
no chafariz da
praça como
uma estátua.
queria ser vista
como pedra e ser
atirada a todos
os olhares.