27.10.10

santinho

Na tua boca de cimento, palavra pedra, tropecei. Desci tua garganta-esgoto, discurso de merda, palavra suja qual chorume. É ano político, meu bem, mas não tens meu voto. Bem sabes, eu não acredito em ti. Podes tirar a gravata e o paletó (a vida não é um estúdio). O voto é uma escolha e hoje eu escolhi esquecer você.

15 comentários:

Samantha disse...

Fico impressionada como você brinca com as palavras. Parece que elas foram craiadas pra cada local que você as coloca. Lindo demais.

David Cejkinski disse...

a literatura contemporanea é cnhecida pela sintese e pela boa elaboraçao de imagem, acontece que na maioria das vezes os autores brasileiros "erram a mao", ou sao sucintos demais ou pseudos demais.
e vc é muito bom. sempre consegue fazer um otimo equilibrio entre estetica e conteudo, brilhante
bj

Luna Freire disse...

AMEI!

Brenno Almeida disse...

Aquietai Guri !

O Ficha Limpa tá valendo ...

Marcelo R. Rezende disse...

Lindo isso, vou tentar transformá-lo num mantra.

Marlon Vila Nova disse...

Vc é incrível, né?

Anônimo disse...

Autografa minha calcinha! ;D

bjs!!

Marcela B.

tai do nascimento disse...

queria levar esse texto pra minha vida, agora. hhaha
:**

ZECA COELHO disse...

Ah!!!!!!! Como é gostoso quando a gente manda prás bandas de lá quem não merece ficar na banda de cá... Gostaria (canceriano babaca que sou) de saber fazer isso como quem desliga um disjuntor elétrico....de fato, disjuntar.

Sentimentalidades-Todas disse...

Até no amor, tem que haver uma ficha limpa!!!!

Abraços, querido!
Mônica

Zé Willams disse...

De fato ter ficha limpa não é lá tão importante do que a alma limpa.
Você tem!
adoro tu amigo.

Rodrigo disse...

Muito bom Adoro como você transforma o cotidiano. Adoro como o coração fala nos teus textos.

Edilson Cravo disse...

Fico impressionado com sua capacidade de síntese. Agora uma reclamação: por que anda tão sumido do Lua? rs
(momento puxão-de-orelha - rs de novo)
Abraços e lindo fds.

Sakana-san disse...

A pessoa não estava com a ficha limpa, né?

Lai Paiva disse...

Sempre indo e vindo tão bem com as palavras. Gosto de ler vc, sabia? Bj