3.8.10

sala de estar com você

O sofá cheio de farelos de bolacha, enquanto assistíamos a um filme qualquer, e o seu beijo de suco de maçã. As persianas da janela aplaudindo nosso amor com o vento que adentra o apartamento e os raios de sol fotografando nossos pequenos desejos: contemplar nossos rostos e sexos sem nexo, abraçar como em uma despedida sem lágrimas, passear as mãos em territórios da alma.

9 comentários:

Edilson disse...

Muitas vezes o simples é o bastante. Amei a historinha. Abraços e linda semana

Luciano disse...

gostei, gostei, gostei
sempre bom passar por aqui, meu velho
abraço de arte.

filomena disse...

Nooooooossa

registra isso em cartório!

também quero
:)
e adoro.

Marcelo R. Rezende disse...

Já tá ficando repetitivo eu dizer, maaaas: tá lindo.
:D

Talita Prates disse...

e o título?
um arraso!
adorei!

Bjo, bonito.

Talita
História da minha alma

Paulo Braccini disse...

putz! sem palavras para descrever meu encantamento com isto ... desbunde total ...

bjux

;-)

DIZDIZENDO disse...

Muito doce...
lindo.
bj

laís sampaio disse...

aiai (suspiro profundo)

Marcio Nicolau disse...

"passar a mão em territórios da alma"! Lembrei da Zélia Duncan:

"deixa eu tocar tua alma, com a superfície da palma da minha mão"

Você precisa publicar em livro, Cleyton. Eu acho incrível o que vc escreve.