13.10.09

mamo_grafia.

Tá escrito em meu peito, lê: eu te quero. Bem sabes que o espaço entre meus mamilos é travesseiro ortopédico para receber o teu peso. À espanhola, teu membro, teus medos, teu calar de palavras. Por razão ou loucura, cubro o meu peito pro mundo e descubro só para ti. Só tu podes vê. Os ossos da tua face dialogando com o meu esterno, nossos ossinhos em sintonia. Exercício para o interno a partir do esterno, daquele osso sobre o coração. Não lê?