24.4.09

Santa (&) Paciência.

SANTA – Acho suas pernas tão bonitas.
PACIÊNCIA – Ai, obrigada. As suas não são feias.
SANTA – São finas.
PACIÊNCIA – Sim, mas não são feias. Feias e finas são duas palavras completamente diferentes.
SANTA – Verdade. Mas você sempre foi assim, bonita.
PACIÊNCIA – Filha, é um corte de cabelo radical, um blashinzinho e priu, tá nova.
SANTA – Só se eu cortar minhas pernas. Não tem jeito, nem maquilagem resolve.
PACIÊNCIA – Boba. Deixe de nóias.
SANTA – E seu namorado, ele gosta de pernas grossas?
PACIÊNCIA – Anhãm.
SANTA – Você acha que uns exercícios melhora?
PACIÊNCIA – Sei lá.
SANTA – Você transa quantas vezes por semana?
PACIÊNCIA – Sete. Quer dizer, os sete dias.
SANTA – Nossa, quanta energia amiga... o Jairinho deve ser uma pilha na cama...
PACIÊNCIA – Anhãm.
SANTA – Ele chega já já né?
PACIÊNCIA – Sim sim. Tchau amiga. Vou organizar as coisas aqui. Depois a gente conversa.

(dois beijinhos: umhá, umhá)