3.3.09

Do verbo querer.

Quero invadir teu lar, te beijar. Quero invadir teu corpo, te amar. Quero invadir tua vida, te levar. Quero correr feito louco, vento na cara, e te abraçar, suspender teu corpo como só eu sei fazer, prender tua respiração com meus lábios pequenos, sorrir teu sorriso, lamber teus dedos. Quero além. Quero dançar sem música no teu corpo de violão sem cordas, gritar tuas entranhas um grito mudo de desejo. Quero mais. Quero ser piegas e te mostrar os anéis de Saturno, respirar teu suor. Te quero. Quero tomar banho de chuva e depois você me enxuga como só você sabe fazer. Quero a alegria da criança que ganha um brinquedo, quero a esperança da mãe que procura o filho, quero quero quero. Você.