19.10.09

Eu juro.

Juro pelo que tem de mais profano, que quando te vi, partes de mim pulsaram, como querendo te alcançar. Juro que tentei segurar, mas num ímpeto, a seta já apontava o céu. Juro que deu vontade de puxar teus braços. Juro que queria tuas mãos, tuas costelas nas minhas e o meu corpo no teu. Juro que te amaria. Com direito a vinhos e passeios e outras esquisitices. Juro. Juro. Juro.

7 comentários:

Lubi disse...

ui, Cleyton, você é alto mesmo, hahaha.

beijos.

Luna Sanchez disse...

Ui!

Tá bom, eu acredito em ti. ;)

ℓυηα

Crispi. disse...

Não vale fazer figa =)

Luna Freire disse...

Sentimos tua falta em Maria. Juro!!!

Daniel Cisneiros disse...

"ui, Cleyton, você é alto mesmo, hahaha." [2]

+

"Ui!
Tá bom, eu acredito em ti. ;)" [2]

=

[ok! eu gostei mas não sabia o que dizer]

Abração!

.lucas guedes disse...

jura?

RÔ_drigo disse...

lindo,muito lindo cara...amei!!