30.9.09

é isso, baby.

Felicidade é não ter o que fazer porque seu dia está supercheio de tarefas, as que você mais gosssssta de fazer (com vários ésses mesmo). Felicidade é acordar com um café-com-leite quente e encontrar pessoas frias e deixá-las mornas e às vezes pegando fogo. Felicidade é poder sorrir, mostrar os dentes pro mundo, espantar o tédio com a boca aberta. Felicidade é perder o sono e trocar experiências, as menores, as mais singelas, àquelas que levamos pra vida toda. Felicidade é ter uma espinha enorme no nariz, o rosto doído, a vida te apertando como baseado e você tragando as coisas boas sem reclamar. Felicidade é isso e um monte de coisinhas que não se vende na esquina, mas se acha num sorriso de canto de boca, numa mão que aperta seu ombro, num olhar que fala um milhão de palavras com a boca fechada.

22.9.09

16.9.09

um homem pede socorro.

Um grito cego.
Um olhar mudo.
Silêncio de devastar uma cidade inteira.
O homem grita para ser ouvido por todos.
Ninguém ouve.
Cor de cheiro nenhum.
_
Eu, clicado por Felipe Botelho, no espetáculo Signos Involuntários (2007).

15.9.09

amnésia carnavalesca


Folheando uma Caras aqui na agência e vendo uma foto do Wolf Maya sorrindo para a câmera, lembrei do fato. No carnaval de Olinda nesse ano, eu de Wally, com as faculdades mentais alteradísimas (olha o sucesso!), o Wolf passou na fuzaca e eu: ainda vou ser dirigido por você, ainda vou ser dirigido por você. Ele apertou minha mão e disse: vai. Okey, beijoemedirige.

14.9.09

Tio Alencar.

Alencar, irmão de mainha. Tio Alencar tem uma bomboniere em Vicência, no interior de Pernambuco. Em criança, eu sempre passava as férias lá e ele me chamava de “cara de poeta”. Tio Alencar, pirangueiro que só ele, não dava uma pipoca por caridade. E quando dava era murcha ou algum chocolate vencido. Dia desses ele inquietou-se com alguns fenômenos:

1 - Para que chover na praia se já tem tanta água no mar?
2 - Para que homem ter peito se ninguém mama?
3 – Para que muro em cemitério, se quem está dentro não sai e quem está fora não quer entrar?

13.9.09

palavras.

Quero publicar meu primeiro livro em um corpo. Alguém se habilita?

bom de bico.

Cantava um canto suave passarinho e ficava ali horas a fio. Ele sabia ser homem com alma de bicho que voa. Bicava umas manhãs de beijos e afagos e voava deixando saudades no ninho.

10.9.09

click.


- Deixa eu te fotografar por dentro?
- Você vai querer revelar-me?
- Tu deixas?
- Você quem sabe.
- Não, tu que sabes.
- Eu?
- É.
- Então vai. Fico assim sem se mexer?
- Podes dançar que eu te paraliso com o clique.
- Começou?
- Já estou revelando-te.
Foto de Lula.

2.9.09

Barbieterapia

Barbie descobriu que fora traída pelo Ken. A dê-érre aconteceu na mesa de jantar depois de um silêncio glacial.

BARBIE (com ironia) – Ken é você?