29.1.09

Indigesto

Depois do almoço eu te comi de sobremesa, porque o pavê de sonho de valsa estava na minha boca, mas era em você que eu pensava. Passei a língua na borda da tigela e fui circulando, quando completei o círculo te devorei com fome de leão, como formiga em açúcar. Depois enjoei do teu doce, acendi um cigarro e te esqueci.

7 comentários:

Briza disse...

sim, sim, eu vi.
uso msn não.
vezenquando gmail: brizam@gmail.com
beijoca!

talitacastro81 disse...

Gostei tanto q coloquei no meu perfil!

_____Amanda_______ disse...

não ascendo o cigarro, pq n fumo!
mas esqueço mesmo assim!
copiei ta?
beijos

Diana Valentina disse...

ai fome.
gosto tanto dos teus textos assim.
carnais.
=D
=*

Nanda Matos disse...

"Indigesto" resumiu meus ultimos relacionamentos.
gostei daqui.

=)

Eu® disse...

Só o gosto do cigarro amargou minha boca...

DIZDIZENDO disse...

Delício!!!!!!!!!!!!!!!!