30.10.08

PESQUISA: O que a galera de Belém vê no meu blog?


Hoje resolvi fazer um estudo e descobrir qual a razão da enorme demanda de habitantes de Belém terem um blog, e mais ainda, por que tantos paraenses estão invadindo o meu blog? Isso não me incomoda, é curiosidade mesmo. Até em fascina, porque adoro fazer amizades e topar com gente que têm o dom da escrita. Então minha gente, não lembro como/onde/porque eu conheci o João Paulo, um cara bacana, amigo de profissão e blogueiro. Deve ter sido na Blogosfera... Daí em diante, zilhões de pessoas inteligentes (com belos escritos) chegaram aqui. E veio o Propaganda Podre, a Tainá, a Manoela etecetera. Uns já estão no êmi-esse-ene com direito a “bom dia, como você está?” e tudo e mais.
E olhe que de Belém, as referências que eu tinha eram pouquíssimas e algumas bem infantis: quando ouço/leio/escrevo a palavra Belém, o que vem à minha cabeça é a cidadezinha onde nasceu Jesus Cristo numa manjedoura. O pastelzinho de Belém e os ritmos Calypsos. Daí fui no Google e descobri que Belém é uma metrópole regional e é facilmente acedida por vias terrestre, aérea e fluvial, sendo uma das principais entradas para toda a região norte.
E mais: é conhecida como cidade das mangueiras, por ter várias árvores dessa fruta pelas ruas – uma das minhas frutas prediletas. Bom, não consegui resposta para minha pesquisa, mas uma coisa é certa: deu uma enorme vontade de ir à Belém. E galera, volte sempre.