26.12.08

Natal

Ele decidiu não desejar “Feliz Natal” a Seo ninguém, porque era tudo muito fake. Ele decidiu tomar uma meia dúzia de cervejas com o chefe e o colega de trabalho e tomar o ônibus rumo ao Lar Meu Querido Lar. Dentro do coletivo Ele apreciou os afetos de uma mãe jovem com uma criança nos braços, entre sacolas e um ventilador de chão. Ela possivelmente levava o calor humano, o filho e o ventilador para passar um Natal mais fresco. Ela se olhava no reflexo das janelas de vidro, a cor nova do cabelo, loiro-médio-alguma-coisa e estava feliz. Ele acenou para o cobrador, pois seu Allstar branco, nem tão branco assim, ficara preso na porta do meio. O sapato apertou para Ele realmente pensar no real significado no Natal e cochilou até a próxima parada. Abriu a porta de casa, tomou um banho, vestiu a camisa nova e dormiu no sofá, enquanto Xuxa tentava ser atriz num programa da TV. Ele se levantou, comeu alguma coisa com batatas e camarão, tomou duas cocas e voltou a dormir. Então foi Natal, um dia qualquer, como hoje, como semana que vem, como há seis meses.

10 comentários:

uma personagem disse...

Hahah.
Que ótimo :)
Parece eu escrevendo Dela, Dele, das Outras e dos Outros. :)

No fundo, eu sou sempre Ela.

Beijo

Aquela par que virou ímpar. disse...

que bonito.
meu irmão julga como um feriado qualquer, tô na dele, e na tua.

Rubicreide disse...

Vem cá... porque as pessoas estão tão dispostas a passar o natal como uma data qualquer?
Quer dizer, eu faço isso desde sempre, pra mim é mesmo uma data qlq (com exceção de ser feriado e ter cerveja pra caralho na geladeira) so what? ahahahah sei lá. adorei

Aquela par que virou ímpar. disse...

ruuu
eu não fazia isso sempre. como uma data qualquer, por incrivel que pareça, pra mim era sagrado. ahahaha
de uns 3 anos pra cá tbm só aproveito as cervejas e a comida.
nesse ultimo passei mal, mas foi pq troquei a cerveja pelo vinho, era pra ver o vermelhão...
fuck

uma personagem disse...

totalmente ;)

Rubicreide disse...

Ahahahahah ta todo mundo virando adulto ham. Precisamos assistir mais filmes da Disney ahahahahah ai ai


E NUNCA troque cerveja por vinho drix ahahahah aliás, por nada

Luciana Pontual disse...

É, acho que viramos adultos sim.
Tenho dois primos, quatro e oito anos, eles já sabem que papai Noel não existe.
Uma amiga minha acha isso absurdo. Eu não. Acho moderno.

João Paulo Guimarães disse...

porra. meu natal foi muita gelaaaaaaaaaaaadaaaaaaaaa. E muito arroz de dois mariscos também. Eu levo o Natal como um a reunião de família pra falar mal da roupa nova do outro, mas foi bom

Cláudio disse...

"enquanto Xuxa tentava ser atriz num programa da TV"

Meu queridôooo... Xuxa É atriz. Nunca viu "Amor estranho amor" não?! Pornô, mas ela é! Heuheuheue

Manoela Coelho disse...

Noooossa!!!!! Algumas vidas estão precisando de um pouquinho de açúcar, né!