14.5.08

ENSAIO SOBRE A FALTA DE AMOR AO PRÓXIMO

jogar uma criança de seis anos pela janela como quem joga cinzas do cigarro.

Nenhum comentário: